O aborto terapêutico em adultos da linha de Cascais

Conforme prometido num post de um blog de muito maior qualidade do que este, venho aqui explanar os pontos de vista indiscutivelmente sábios e fundamentados que me levam a titular esta infeliz prosa com este espectacular cabeçalho.

Para começar, vamos definir aqui algumas fronteiras, virtuais, é certo, mas fronteiras:

1º Não vamos entrar em politiquices nem em pancadarias como as que se viram aquando do Referendo pela Interrupção Voluntária da Gravidez (IVG), por 2 razões: primeiro, o facto de que não é disso que se trata (se repararem eu escrevi aborto e não IVG) e segundo porque já rios de tinta e de ódios se gastaram à conta dessa celeuma e não contem comigo para os acicatar novamente.

2º Estão proibidas quaisquer respostas a ministra-educacaoeste blog em que se mencione  que não tenho razão. Afinal de contas o blog é meu e se não querem ou não gostam, azar, aguentem-se. Se houver prevaricadores procederei em conformidade, apagando os comentários em causa e atiçando esta "senhora" aos infractores.

3º Segundo li num livro excelente de que não recordo nem o nome nem o autor (e para ser sincero nem o tema, posso até estar a inventar isto neste momento, se calhar…) as proposições assertivas ficam melhores em grupos de 3 e esta está aqui apenas por isso. Apreciem.

Ok.

Terminadas as formalidades, vamos passar a coisas sérias, como diz o imortal sábio japonês SonGoku.

Estava sozinho em casa, a olhar para o gato, que dormia pacatamente enroscado no meu colo, quando tive uma epifania; um momento sublime de iluminação que colocou toda a minha vida em perspectiva; como que a dizer que encontrara um daqueles segredos milenares que toda a gente sabe que existe mas não está a bem ver onde, estilo a resposta ao eterno "Será que a luz do frigorífico se apaga MESMO, depois de eu fechar a porta?".

P1000256E assim foi, que peguei no Galileu (para os desatentos falo do gato, não no génio italiano da renascença – a época, não a rádio, já agora) e o projectei violentamente na direcção da parede mais próxima onde ficou agarrado vociferando ferozmente um "Ffffffff" incompreensível.

Sei bem o que ele queria dizer, pobrezinho, mas ele dá-se mal com as vogais e o "Dâssssseeee", não saiu…

Eu tinha descoberto a razão da infelicidade de tantos de nós, e, de uma forma mais global, de toda a humanidade, a fonte do flagelo que a raça humana é neste planeta.

Tinha-me apercebido, tanto pela profusa quantidade de informação nos media, como nas irritantes presenças humanas com que diariamente me confrontava, que havia pessoas que não deviam era ter nascido.

Não é uma crítica aos pais, nem à sociedade, e muito menos às maternidades (que sinceramente não precisam de mais nada para desaparecer um dia destes), mas sim uma constatação linear das incríveis barbaridades que (ainda!) me surpreendem pela originalidade e pelo factor humorístico que representam na minha vida.

Aliás, se formos a ver bem as coisas, eu até estou nesse grupo, pois tirando este blog e uma magra participação televisiva (ai ai, sempre a lembrar os leitores da dita…) não tenho assim nada para a posteridade, pelo menos ainda não.

O livro que ando a prometer não está terminado (alguns dirão que nem começado está, os invejosos), os quadros que deveria andar a pintar estão no estado puro de tela, as histórias infantis que criei estão reservadas para os clientes, enfim, nada de relevante em 34 anos de vida.

Bom, de volta ao tema, há mesmo pessoas que não deviam era ter nascido.

Estou repleto de indignação e assim que estiver mais calmo prometo ceder o lugar a alguem que esteja mais indignado que eu de forma a manter perpétua a corrente de refluxo esofágico que tão saudável aplicação tem na vida de milhões de portugueses.

E assim, sem mais delongas, revelo que me apercebi que a grande maioria dos visados deste post é, realmente, da zona de Cascais, Estoril, Sintra (mas não Amadora) e que dão pelos nomes mais variadospin&pon, mas preferem, se forem meninos, Bernardo, Tomás, Humberto, Francisco, Rodrigo, Ruben e outros clássicos, mas sempre com cabelinhos à Pin e Pon  (este Sofia, foste tu que me ensinaste, amiga :), desgrenhados qb, pelo nos olhos, óculos de Sol estilo capacete da Nasa (geralmente a servir de bandolete e que podem ser usados na tromba mesmo de noite), roupas de marca até nas camisolas interiores e boxers, uma pronúncia afectada entre o irritante e o pusilânime e pulseirinhas coloridas demonstrando os países que visitaram.

Este energúmenos são do pior que há, sinceramente.

Não só proferem asneiras a um ritmo que envergonharia muito político profissional, como debitam pérolas de conhecimento como "Tá a pssber?" 10 vezes por minuto. E tudo isso antes de colocarem a questão que eventualmente possam ter.

Quando finalmente a dita fica clara já todos os clientes atrás dele (tambem pode ser uma ela, uma Margarida, Mafalda, Lurdes, Ana Maria, Patrícia, Piplivro-reclamacoes-segurosa, Tixa, Pipa, Tika, Pimpa, Plumpa ou Tuxa) estão a pedir o Livro de Reclamações. E no meio disso tudo ainda mais opiniões (in)válidas se fazem ouvir. Por exemplo, alguns destes cretinos dirão "Mas que parte de "Dê-me o livro de reclamações" é que você não  percebeu?", enqunto se lhes tenta explicar que eles é que precisariam de ter um para que todos os que estão atrás deles pudessem queixar-se à ASAE, ao Banco de Portugal, ao Totta, ao PM…

Portanto, resumindo, em vez de 10, 12 ou mais semanas, e para não entrarmos em números muito grandes, proponho que se altere a Lei da IVG para incluir tambem o Aborto Terapêutico a Adultos (ATA) até ao limite de idade, naquele momento, do animal.

Desta forma, certamente que tudo correrá pelo melhor – ai está armado em parvo? – pimba – injecção na jugular e vai de carrinho – quer passar à frente de toda a gente só porque anda de BMW? – zum – garrote na laringe até ficar azul – acha que sabe mais de serviço e manda bitaites no trabalho dos outros? – Livro de Reclamações pela goela abaicerebrity_hairstylexo até fazer cócegas no piloro.

Digam lá que tipos assim não produzem automaticamente em vós uma necessidade de homicidiar o dito indivíduo?  Ok, eu acredito que as meninas que leiam este blog possam ter uma opinião diferente mas é só até os ouvirem falar, (espero), que só ouvido para crer…

E ainda há quem ache que o atendimento ao público trás à tona o pior em nós… Nada poderia ser mais falso, caros leitores, como puderam constatar nas missivas anteriores.

Continuo uma pessoa calma, equilibrada, sem desvios comportamentais, pacificamente aguardando o cliente seguinte, com um sorriso nos lábios e uma voz melódica que entoa um "Bom dia, como posso ajudá-lo…?"

No próximo post, uma divagação casual sobre "Psicoses, Psicopatologias, Alucinações e outras Anomalias aplicadas ao Atendedor ao Público", sem qualquer relação com o autor.

Durmam bem.

Ah, já agora, isto não tem relação com nada, mas ultimamente tenho-me sentido um pouco emotivo e sozinho no mundo, emocionalmente falando, com tarefas repetitivas no meu trabalho e sem uma companhia à altura – pois bem, matando dois coelhos de uma cajadada aproveito para vos deixar aqui, em exclusivo, o trailer do novo filme dos génios da Pixar, Wall-E – absolutamente genial. Despertou o Wall-E que há em mim… 🙂

Trailer Super-Exclusivo do Wall-E

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Não categorizado. ligação permanente.

7 respostas a O aborto terapêutico em adultos da linha de Cascais

  1. Zorze diz:

    Caro Amigo, tal como diz o ditado: o prometido é devido. Agradeço a parte que me toca, mas, o teu Blog é mmmuito melhor que o meu.
     
    À pouco vi finalmente o filme "Bourne Ultimatum" e não deixei de imaginar algumas coisas. Já estou a ver numa qualquer sala obscura da NSA um funcionário cheio de phones e ecrãns à frente a dizer ao seu supervisor – Keyword: ATA, é um portuga. O supervisor diz – quero já o perfil dele no ecrãn grande, e porque é que ainda não estou a ouvir as conversas telefónicas dele ?
    Etc, etc …
     
    Gostei muito do teu artigo, aliás, como sempre. Mostra um lado que todos nós podemos desenvolver a qualquer altura. É sempre bom haver sites como o worldguns.ru com o seu carrinho de compras, nunca se sabe.
    Lembro as afirmações do Gen. Garcia Leandro ainda à bem pouco tempo que deixava no ar uma certa sensibilidade que se levanta no nosso País quanto ao rumo que está a seguir.
     
    Quanto à frase assassina "Qual a parte da frase dê-me o livro de reclamações é que não está a perceber?" têm uma exteriorização muito grande de energias. É uma frase tipo Finish Him.
    No nosso caso concreto e seguindo a definição da personagem interpretada por Samuel L. Jackson no filme Pulp Fiction de Quentin Tarantino – Eu sou um cabrãozao muito mau.
    A donzela estava perante 3 cabrãozoes com muito rodagem (eu, tu e o nosso amigo do anzol), que estavamos mais interessados no rabucho e na peitada da menina histérica. Tipo tarados, quais Beavis and Butt-Head, a dizerem mentalmente – Diz asneiras fofa, diz asneiras!!!
     
    As fotos da ministra e do menino rebelde estão muito bem encaixadas no artigo.
    Em países em vias de desenvolvimento este tipo de comportamentos sociais são – infelizmente – a regra e não a excepção. Serão precisas muitas Seriéxis para se começar a notar melhorias.
     
    Vejo com alegria que ainda te restou alguma energia vital para fazer este artigo. Vê se consegues arranjar mais um poucito, porque, tens bué de posts para comentar no Extrafísico.
     
    Até à próxima Compagnon de Route,
     
    Zorze
     

  2. Luis José diz:

    Sr. Comendador, conforme informa no início do seu blog, não me atrevo e nem por um só instante me passou pela minha "massa cinzenta" contrariá-lo sobre qualquer das apreciações feitas.
    Meditei….meditei (não, não é linguagem Alentejana, não me fui deitar… aliás, fui mas mais tarde).

  3. Luis José diz:

    É que, tanto quanto te conheço – se é que conheço algum ser h(o)umano – todas as análises ou apreciações por ti feitas, são a meu ver, demonstrações de alguma revolta sobre a vida ou sobre a sociedade em que te sentes, ou não, incerido, o sentires que algumas pessoas olham para ti como um inútil (será que és ?) mas que no fundo são algumas delas que precisam de ti para sobreviver neste mundo de  ABORTOS. Enfim, para finalizar, farei minhas as tuas palavras do último parágrafo e se me permitires dirte-ei que não deves cruzar os braços….. luta, luta por aquilo que acreditas, por aquilo que achas que deve merecer o teu empenho a tua força  que é o verdadeiro motivo que te move na vida. Procura a tua felicidade plena pois estamos de passagem e se tivermos a hipótese de escolher as pessoas e as paisagens que se nos deparam no nosso comboio do quotidiano, fá-lo, com calma, com a segurança necessária nestes casos , demonstrando aos cépticos, o teu valor como ser H(o)umano e como homem da cultura e do saber que vejo em ti em muitas vertentes e pontos de vista.Não deixes que não te deixem ser feliz. Vai em frente.Acredita sempre que existe alguém que te entende e dá força nas TUAS decisões e não as de outras pessoas. Sonha e vive os teus próprios sonhos e não ligues muito aos que querem sonhar por ti ainda que o não façam por mal. Desculpa mas tenho um ser vivo com a mesma deficiência em se expressar que o teu "Lileu" a chatear-me a caxola e por isso findo aqui a minha apreciação sob o teu último  "expressar visões da vida e de alguns "iluminados" da nossa Hight society". Good Night Mr. COMENDADOR.

  4. Fernando diz:

    Qual Fênix renascida das cinzas, voltaste, e voltaste muito bem inspirado pelo que li. O texto está muito bom, enquadra-se perfeitamente dentro do contexto do local em questão (já passei por lá e sei o que a casa gasta) e vejo que ainda continua o mesmo. Como se refere aquele ditado: "a merda é a mesma, o cheiro é que é diferente". Se for preciso assinar alguma petição a favor da ATA podes contar com a minha colaboração. Não te deixes ir abaixo apesar das críticas que possas vir a receber (podes ir ao meu blog e ver o ultimo post para perceberes o que digo), um dia apreciarão as tuas qualidades (apesar de não as perceberem, a capacidade de percepção deles é reduzida, as viseiras laterais impede-os de ver) e aí sim te darão valor.Não leves muito a peito a opinião de alguns (como eu, que de vez em quando digo coisas que não devo) e segue o teu caminho. Conserva esse espírito fresco e jovem, e quando te sentires um pouco em baixo de forma utiliza um metodo que te pode ajudar a desanuviar, dizes assim baixinho: Ide-vos, Ide-vos f…., proscritos de m…..Um Abraço do Arq.

  5. Teresa diz:

    Começo esta minha participação por, desde já, fazer o que proibiste à partida…mas ainda assim faço: não tens razão!!!!!Ou melhor, sobre o assunto da Bernardice e da Pitice (e chamo a atenção para o fato de teres escrito duas vezes Pipa e nem uma vez PITA, esse expoente máximo) dou-te toda a razão deste mundo e da vizinhança, mas houve um pormenor que te fez peder toda a minha consideração…!!Ouve lá ó rapazinho Tito (coincidentemente c/sonoridade semelhante a Pito e Tico e KIKO), quem te dá a ti autorização de projectar o MEU GATINHO LINDO contra a parede???Sim??Quem?Que monstro escondes tu dentro de ti? Se ainda me dissessses que, por acaso a ministra estava a passar por ti naquele momento, e que a projectaste a ela…eu digo-te…eu punha-te já como meu único herdeiro e montava um altarzinho em teu nome.Mas aquele meigo felino, que não sabe pronunciar vogais…é imperdoável.
    Segundo ponto…quanto ao livro que não está acabado…(tosse insistente)…e às histórias reservadas a cliente…(tosse convulsa…c/esgar irónico)…quem te conhece que te compre!! Enfim, mas não te vou envergonhar aqui:)
    Quanto aos "meninos bem" e mamãs e papás "bem e às namoradinhas "bem"….enjoo é a palavra que me vem à cabeça….será da gastroentrite?Só de reproduzir mentalmente aquelas palavras ditas quase sem abrir os lábios, na presunção de que nós os estamos a ouvir, quando na verdade só conseguimos perceber no fim.."taxaver?"E aquela guedelha que insistentemente parece querer imitar o nosso saudoso Camões. É que parecendo que não é dificil falar com uma pessoa olhando só para um olho…fica-se tonto.!
    E mudando de assunto……..ó amiguinho……a lamechice final…aquela da falta de companhia e da solidão e não sei quê….opá….jornal 24 horas…página dos classificados…dizem que são às resmas!!( Estouou a brincar estou a brincar…..).
    Gostei muito do Trailer…acho que vai ser muito giro…..o filme.
    E pronto…como sabes estou doente e só me levantei para vir aqui porque não aguentava mais os teus telefonemas de insistência para que eu comentasse. Não que quisesses saber das melhoras…na verdade se morresse tinhas mais um assunto para blogar…INGRATO!!Mas enfim, agora que a febre baixou até ao 39,5ºC decidi vir aqui.Mas vou embora antes que volte aos 40ºC. BEIJINHOS. E continua a escrever assim para eu poder chatear hehehe……

  6. susana diz:

    Amiguinho,finalmente venho comentar o teu artigo,já devias estar a achar estranho eu não o fazer mas aqui vai.
    Primeiro, desculpa lá mas tal como a Teresa ,também não concordo com as atrocidades que cometes a esse gatinho ,que sempre te faz companhia,ele não tem culpa de ter um dono doido lol,mas não faças senão aparece-te ai não a ASAE mas a SPA (Sociedade Protectora dos Animais),além de que o gatinho pode-se chatear e fazer o mesmo ao dono da próxima vez ,ehehheh.
    Quanto á ministra,podes fazer-lhe o que quiseres,matá-la,estrangulá-la ,sei lá o quê,porque não serve para nada só para estragar a educação deste pais.
    Quanto aos betinhos,copos de leite,tios e tias e meninos de bem e outros que tais,tb não simpatizo com essa gente,que só sabe vir na revista Vip,e na Caras,e talvez nos cus lololol quem sabe,mas eles que fiquem quietinhos lá em Cascais e n.venham para cá chatear,ah a grande novidade que vi numa revista parece que o José Castelo Branco essa bicha se separou da sua múmia llooll,betty grafstein.
    Quanto aos talentos que não sei se serão verdade,mas que sei que os tens e que és um rapazinho muito inteligente,acho que não os devias desperdiçar nem desistir deles nem dos teus sonhos,algum dia vais realizá-los.
    Bem,essa de dizeres que estás sozinho também não é verdade,tens a companhia do teu simpático gatinho,tens amigos que te querem bem sempre,e quanto ao resto também hás-de arranjar alguém.
    Quanto ao trailer já vi ,mas apesar de achar o robot muito engraçado e de tu tb o seres,não acho que sejas como ele ou que te tenhas transformado em ET ,talvez na outra encarnação tenhas sido quem sabe lololol,mas agora não o és.
    És simplesmente tu ,um ser muito bom,amigo dos amigos,um rapazinho simpático,simplesmente o meu amiguinho Tito.
    beijinhos grandes para ti
     

  7. sara diz:

    Após várias tentativas (todas elas frustradas) lá consegui escrever qualquer coisita….! Nada de excepcional, que me agrade ou mesmo que satisfaça os meus caprichos, mas o prometido…Meu querido anjo, como já tive oportunidade de te dizer: HILARIANTE, BRILHANTE, FANTÁSTICO….!(Hummm….. Quem? Eu ou o texto?)Os dois, meu caro, os dois!Nada tão extraordinário poderia sair de alguém que não superasse essa mesma genialidade. (Como se costuma dizer: Quem fala assim, não é gago.)Acho sensato não me alongar mais, mas antes de finalizar queria apenas dizer que prefiro mil cães raivosos no meu encalço, do que essa ministra. Quanto a essas pessoas ocas sem mais nada na vida além da futilidade….pimba…..ATA para elas!Um sorriso

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s